31 de agosto de 2019

Vitamina C de couve!

Pertencente a família das Crucíferas, a couve (Brassica oleracea) possui muitas variedades, dentre elas estão a roxa, vermelha, branca, amarela e a mais conhecida a verde.

Possui boa quantidade de beta-caroteno, ferro, cálcio e mais vitamina C que as frutas cítricas. As vitaminas do complexo B (B1, B2 E B5) e proteínas estão presentes, porém em baixa concentração.

Por possuir boas quantidades de sais, a couve é considerada um tônico remineralizante, sendo indicada para crianças em fase de crescimento. Para que seu conteúdo nutricional seja melhor aproveitado, é preferível que seja consumida crua em sucos ou saladas. Pois  quando submetida ao processo de cozimento, seu valor nutricional reduz, além disso a perda de água faz com que a couve diminua de tamanho, interferindo no rendimento da porção.

cabbage
Fonte: bonnieplants.com

Para ser consumida crua na salada é recomendável que a couve seja cortada em fatias muito finas, e que seja muito bem mastigada, pois devido ao seu elevado teor de celulose pode tornar-se um pouco indigesta. Em pessoas de estômago delicado pode causar flatulências quando cozida devido a concentração de enxofre.

Na medicina é utilizada nos casos de anemia, enfermidades hepáticas, ajuda a dissolver cálculos biliares e renais e a cicatrizar úlceras gástricas entre outras utilidades.


Referências

BALBACH, A. As hortaliças na medicina doméstica. Editora Missionária. Itaquecetuba, São Paulo. 26 ed.

READER’S DIGEST. Alimentos saudáveis, alimentos perigosos. Rider’s Digest Brasil LTDA, Rio de Janeiro. 1ª ed. 1998. ISBN 85-86116-05-X.

TRUCOM, C. Alimentação desintoxicante: para ativar o sistema imunológico.São Paulo:  Alaúde Editorial, 2010.

Cristina Buckup

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram